Obstetrícia

Parto

Via de Parto:

Os tipos de parto podem ter suas vantagens e desvantagens. Com suas diferenças peculiares:

Imagem Parto

Parto Normal

O parto normal ou parto vaginal tem pode ser de início espontâneo (maioria das vezes) ou induzido por medicações.

Pode demorar 1 hora para cada cm de dilatação a partir do inícío do trabalho de parto (conceito: 3 cm de dilatação e 3 contrações moderadas em 10 minutos). Porém isso pode variar de paciente para paciente, dependendo da intensidade das contrações e quantos partos anteriores a paciente já teve, tamanho e varidade de posição do feto, tamanho da bacia da mãe. Em geral, o parto normal é mais prolongado, podendo durar mais de 12 horas.

Pode ser feita a episiotomia (corte na vagina direcionada para lateral direita) para evitar laceração em direção ao reto e ânus.

Pode ser feito sem anestesia, com anestesia local, raqui "em sela" ou peridural.

tempo de recuperação, em geral costuma ser mais rápida do que a cesariana, principalmente no quesito mobilidade e dor, mas pode haver exceções.

Porém o parto normal, pode, em alguns casos, deixar algumas patologias que podem aparecer ao longo dos anos, principalmente após a menopausa, como cistocele("queda da bexiga"), retocele("queda do reto"), prolapso uterino("queda do útero"), incontinência urinaria de esforço e rotura perineal ("vagina larga"). Não são todas as pacientes que desenvolverão estas patologias.

Parto Cesárea ou Cesariana

O parto cesárea é realizado mais comumente com incisão transversa (Pfannenstiel) e com anestesia raqui, podendo em raras vezes ser com anestesia geral(por problemas maternos).

Podendo ser agendado (eletivo) ou de urgência, situação geralmente que necessita que o bebê seja retirado rapidamente.

A recuperação de fechamento da pele pode ocorrer em aproximadamente em 2 semanas, podendo haver ainda um pouco de dor leve em pontadas por poucas semanas e um discreto endurecimento da cicatriz(fibrose), que vai amolecendo ao longo dos meses seguintes. Pode haver uma discreta perda de sensibilidade sobre a linha de corte da incisão.

A escolha da via de parto será de acordo com a decisão de paciente com o médico, porém algumas condições são menos favoráveis ao parto normal devido a situações agravantes que levam ao risco para o feto ou à mãe, como sofrimento fetal crônico ou agudo, restrição de cresimento fetal, pré-eclâmpsia(hipertensão), eclâmpsia (hipertensão com convulsão), distócias (dificuldade para saída do feto), feto macrossômico (maior de 4 kg), problemas de trajeto pélvico da mãe, doenças maternas(cardiopatias).

Sugerimos o uso de cinta elástica pós-parto(formato de calcinha alta grossa com fechos embaixo e na lateral) nas primeiras 2 semanas, que evitará formação de coleção de liquido(seroma) ou sangue (hematoma) e acelera o processo de cicatrização.

Comunicação e Dúvidas

Anote suas dúvidas para que sejam sanadas no dia da consulta.

Casos de emergência como sangramento ou perda de líquido ou febre inexplicada, ruptura de pontos cirúrgicos ou saída de pus, recomenda-se ir ao pronto-socorro ou ligação direta para o médico.

Compartilhe
Whatsapp
error: Content is protected !!
Abrir conversa
Fale direto com a secretária!
Powered by